sábado, 14 de abril de 2012

Vivendo Nossa História - Prefeitos de Jaru: Jean Carlos dos Santos

Jean Carlos dos Santos nasceu no dia 1.º de outubro de 1972 em Graccho Cardoso (SE). Filho de Raimundo Joaquim dos Santos e Maria Auxiliadora dos Santos, Jean morou cerca de um ano em Madureira (RJ) em 1991 e no ano seguinte veio para o município de Jaru, interior de Rondônia.

Antes de entrar na política, Jean exerceu várias funções em Jaru. Ele trabalhou como repositor no antigo supermercado Triângulina e em seguida esteve ao lado de seu primo, João da Muleta ajudando-o na Casa de Apoio que o então deputado mantinha em Porto Velho. A primeira vez que Jean Carlos dos Santos participa do processo eleitoral em Jaru foi no ano 2000. Na oportunidade, Jean é o quinto candidato mais votação na eleição, sendo eleito com 531 votos. Naquele pleito José de Amauri dos Santos foi eleito para prefeito de Jaru e por conhecer a capacidade de Jean, convidou-o para ser Secretário Municipal de Obras, convite que é prontamente aceito.


Jean se define como uma pessoa simples e que cumpre as suas obrigações. Oriundo de uma família humilde, ele se considera uma pessoa muita ligada à família e correto em suas ações, além de gostar de esportes equineos, ou vaquejada, como é conhecido por alguns a modalidade que esportivas que é tradição em sua terra natal. Ele se casou em 2001 com Darlene Ribeiro Barbosa e dessa união nasceram duas filhas: Ana Beatriz e Maria Luíza.


A eleição municipal ocorrida em 2004 foi outro desafio enfrentado por Jean Carlos dos Santos. E a votação alcançada confirmou que ele estava no caminho certo. Jean conseguiu 804 votos, sendo o segundo mais votado do pleito, mas, por motivo de legenda, não logrou êxito na ocasião. Contudo, tempos depois com a impossibilidade do saudoso vereador Ivo Pereira Lima (PMDB) em continuar no cargo para qual havia sido eleito em virtude de uma suposta compra de votos, Jean Carlos assume uma das cadeiras do Poder Legislativo municipal em outubro de 2005. O trabalho desenvolvido na Câmara Municipal em benefício da população jaruense e a expressiva quantidade de votos conseguidos possibilitaram ao então vereador Jean Carlos ser escolhido pelo PMDB como candidato a prefeito de Jaru na eleição municipal que ocorreu no ano de 2008.


Jean Carlos ao ser empossado como prefeito
 Jean Carlos dos Santos foi candidato a prefeito de Jaru pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) em 2008 concorrendo com cinco candidatos e foi eleito com 11.517 votos (40,25% dos votos válidos). Os demais concorrentes obtiveram a seguinte votação: Sônia Cordeiro de Souza (PT) 8.275 (28,92%), Carmivalda Gomes dos Santos Gon (PTB) 6.517 (22,77%), Nelma Pereira Guedes Alves 1.297 (4,53%), Otacil de Sal Sampaio (Pequeno) 698 (2,44%) e Salomão Peixoto Cavalcante 312 votos (1,09%). Após ser eleito, um dos maiores desafios da administração Jean Carlos seria fazer o possível para que o município voltasse a ter estabilidade administrativa, algo tão necessário para que a cidade pudesse crescer de acordo com o seu potencial.

Em entrevista concedida ao autor, Jean revela um dos principais motivos que levou a população de Jaru a escolher o seu nome para o cargo mais importante do município. Segundo ele, a escolha se deve ao fator do mesmo fazer parte de um grupo unido e com visão voltada para ao povo, independente da situação de cada um. Ao analisar o contexto político que culminou com a sua vitória nas ruas, Jean frisou a importância de uma boa equipe, além de agradecer a todos que confiaram no trabalho prestado por ele ao longo dos anos em benefício da população jaruense.

Jean enfrentou algumas dificuldades nos primeiros meses de administração, mas em pouco tempo mostrou que era capaz de vencer os obstáculos encontrados. Conforme relatou, o município estava inadimplente, com a máquina pública sucateada, além de não possuir crédito junto aos fornecedores da Prefeitura. A solução encontrada pelo prefeito foi parcelar as dívidas, pagar em dia e iniciar uma recuperação urgente dos maquinários pertencentes ao Executivo Municipal e cortar os gastos desnecessários.

As primeiras obras foram realizadas já no primeiro ano de sua administração. Até o presente momento foram feitos cerca de 30 km de pavimentação asfáltica na área central de Jaru e nos distritos com recursos próprios e através de parcerias com os governos federal e estadual. Foi também durante a administração do prefeito Jean que houve ampliações em várias escolas, compra de inúmeros veículos para a frota municipal, além da construção da Escola Municipal Marechal Cordeiro de Farias, estabelecimento de ensino situado à Linha 619, com salas de aula totalmente climatizadas. Outras obras que estão para serem inauguradas são o Teatro Municipal, localizado à Linha 605 nas proximidades da BR 364 e a Creche do Setor 06. Várias escolas da Rede Municipal de Ensino foram contempladas com reformas e/ou ampliações. Dentre elas estão: Tânia Barreto, Maria de Lourdes da Silva, Abrão Rocha, José de Souza (Tarilândia) e Frei Henrique de Coimbra (Linha 634).

Os demais setores da esfera municipal não foram esquecidos pela administração. A Prefeitura adquiriu diversos ônibus escolares, o que contribuiu com a melhoria do transporte escolar. O município comprou tratores de pneu e caminhões para dar suporte ao produtor rural com horas-máquina gratuitas para o homem do campo e transporte sem nenhum custo de diversos produtos produzidos na zona rural. Visando garantir o devido aprendizado aos produtores, foram feitos cursos de capacitação para a classe, o que influenciou positivamente na produção agrícola. O trabalho desenvolvido pela equipe do prefeito Jean Carlos possibilitou ao município de Jaru receber o Selo Sim de Qualidade, identificação que garante ao comprador a certeza de que produto indicado possui procedência adequada. A administração municipal formou inúmeras parcerias que tiveram resultados positivos. O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) executados em conjunto com o Senar e a Emater possibilitou aos produtores rurais a venda de dezenas de alimentos produzidos nas propriedades através das cooperativas previamente formadas.

A Secretaria de Saúde também foi contemplada com ações que pudessem facilitar a melhoria do atendimento no setor. A Prefeitura propõe aos médicos um salário de até R$ 25.000,00, por uma dedicação exclusiva. O município contratou especialistas em várias áreas e conta em seus quadros diversos profissionais, sendo dentre eles: ortopedia, cardiologista, psiquiatria, fonoaudiologia, Gastroenterologia, etc. Vale ressaltar que inúmeros exames e consultas podem ser realizados no próprio hospital municipal e/ou na Clínica da Mulher, bem como nos postos de saúde existentes no setor urbano e nos distritos.

Outra secretaria que, segundo Jean Carlos, recebeu atenção de sua administração foi a Secretaria Municipal do Trabalho e Ação Social (Semtas). Cursos de Corte e Costura, Panificação, Artesanato, dentre outros, foram desenvolvidos com sucesso em parceria com outros órgãos. Programas sociais como o “Leite é Vida”, distribuição de cestas básicas e peixes na Semana Santa e o Pró-Jovem Trabalhador, que oferece uma bolsa de R$ 100,00 por mês, são considerados importantes instrumentos de auxílio aos menos favorecidos. A Semtas também está à frente do projeto de construção de 219 casas populares, que, em parceria com o governo federal, possibilitará a realização do sonho da casa própria a dezenas de famílias jaruenses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
;