sábado, 14 de abril de 2012

Vivendo Nossa História - Prefeitos de Jaru: Wilson Cardoso

Wilson Cardoso nasceu no dia 15 de outubro de 1954 em Barra de São Francisco (ES). Filho de José Cardoso e Leonídia Eustéria Cardoso, Wilson concluiu o Segundo Grau (Ensino Médio) em Cascavel no Paraná. Antes de chegar ao município de Jaru, Cardoso viveu ainda em Campinas, cidade do interior paulista e em 1981 fixou residência em Jaru.



Em entrevista ao autor, Wilson Cardoso relatou a sua visão sobre a cidade no início dos anos 80. “Era um lugar com muita força para crescer, graças aos seus pioneiros”. Entretanto, segundo ele, os moradores sofriam com a precariedade de vários serviços essenciais, dentre eles, energia elétrica, estradas, segurança, etc. Além disso, existia apenas uma agência bancária para atender a população que crescia rapidamente, em virtude do local ser considerado como “uma cidade dos sonhos”, onde era possível ter um futuro digno.



Wilson Cardoso relatou duas qualidades que acredita possuir: gratidão e paciência. Suas atividades prediletas são: ler, fazer palestras, servir, ou seja, estar em sintonia com muita coisa que acontece ao seu redor. Ele se casou com Eloisa Rodrigues em janeiro de 1987. Dessa união nasceram quatro filhos: três moram no continente europeu e um optou por continuar em Rondônia.



Wilson Cardoso atuava como comerciante no município e disputou pela primeira vez uma eleição no segundo processo eleitoral que ocorreu no ano de 1988. Ao lado de Sidney Rodrigues Guerra, Cardoso participa do pleito como candidato a vice-prefeito e ambos conquistam a prefeitura. Contudo, a Assembleia Legislativa aprovou um decreto de intervenção estadual no município, alegando uma suposta crise na esfera municipal. A intervenção do governo estadual em Jaru foi de 28 de junho de 1991 a 28 de fevereiro de 1992. Em 1.º de março de 1992, após encerrar o período determinado para a intervenção, Wilson Cardoso assume o cargo de chefe do Executivo Municipal e conclui o mandato em 31 de dezembro de 1992. Em seu lugar assume o prefeito eleito nas eleições municipais que ocorrem em 1992, Ruy Luiz Zimmer.



Wilson Cardoso enumerou diversas obras de sua administração, principalmente na área de infra-estrutura. Dentre elas, estão as seguintes: Posto de Saúde João de Castro Lacerda, Rodoviária dos Colonos, Escola Jean Carlos Muniz, implantação do Conselho Tutelar, Escola de Educação Infantil Pequeno Príncipe (Setor 08), etc. Outra conquista, segundo ele, foi a instituição de um dia dedicado a Zumbi dos Palmares, sendo, à época, referência para vários municípios.



A última vez em que Wilson Cardoso participou de um pleito eleitoral em Rondônia foi em 1998, onde concorreu ao cargo de deputado federal pelo PSDB. Na ocasião ele recebeu 1.530 votos, o equivalente a 0,333% dos eleitores aptos a votarem. Em 2001, Wilson Cardoso decidiu fixar residência em Porto Velho e no local permanece até os dias atuais.

3 comentários:

Everson Campos disse...

Boa tarde Elias.. Sou Jaruense e moro em Porto Velho desde 2002. Achei muito interessante seu blog. Estava procurando algo sobre a estória do "Você é doido ou veio de Jaru com o motossera nas costas". Acabei achando algo mais interessante. Sou vizinho do Cardoso. Outro que é meu amigo pessoal e que eu acharia interessante uma relato seria o Nilson Dias - o Nilsão, vice-prefeito do Dema. Muito bom seu blog, vou acompanhar de agora em diante. Abraço

Elias Gonçalves disse...

Obrigado pelas suas palavras, mas quanto aos prefeitos de Jaru eu priorizirei aqueles que ficaram pelo menos três meses no cargo. No caso específico do Nilsão foi aproximadamente 45 dias. O município teve ainda o ex-vereador Agnaldão como prefeito por alguns momentos em 2005, mas pelo tempo mínimo, não teve o seu nome registrado na Série Vivendo Nossa História. Veja e comente as demais postagens do blog e Deus te abençoe.

Everson Campos disse...

Tá certo então. Abraço

Postar um comentário

 
;