segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Vivendo Nossa História - Prefeitos de Jaru: Leomar José Baratella

Baratella em foto de janeiro de 2012
Leomar José Baratella nasceu no dia 9 de maio de 1954 em Santa Tereza (ES). Filho do casal Felício Alberto Baratella e Maria Hilda Baratella, logo cedo demonstrou que nasceu para servir. Antes de chegar ao estado de Rondônia ele passou alguns dias em Altamira no Pará, local onde buscava novas oportunidades. Contudo, como não havia encontrado o que almejava, voltou para a sua terra natal e em meados da década de setenta procurou o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Porto Velho com o objetivo de alcançar o que havia planejado.


Ao  procurar o Incra na Capital de Rondônia, Baratella recebeu uma resposta positiva e foi encaminhado para o distrito de Jaru em 8 de março de 1976. Trabalhar no órgão era um sonho que ele havia conseguido e desde então procurava fazer jus ao cargo que lhe fora atribuído. “Naquela época o distrito era um projeto do Incra e demonstrava ser um lugar promissor, pois todos os dias chegavam novas famílias de colonos”, revelou Leomar Baratella ao autor desta reportagem. A formação que Baratella teve em Santa Tereza na área de Técnicas Agrícolas (nível médio) lhe ajudou muito na hora de tomar decisões de acordo com as necessidades dos moradores do distrito de Jaru, um local que, segundo ele, desde o princípio, apresentou plenas condições de desenvolvimento.

Leomar Baratella se casou com Alzira Baratella em 22 de novembro de 1980. Dessa união nasceram três filhos: Renato, Luana e Luciana. Apenas o filho reside em Jaru e as duas filhas moram em Porto Velho e fizeram curso superior na área médica e farmacêutica, respectivamente. Já o filho optou por se formar em Administração de Empresas. Baratella possui ainda dois netos e procura valorizar a cada dia os laços familiares, fato que considera imprescindível em qualquer circunstância.

O trabalho desenvolvido por Baratella no então distrito fez com que ele conquistasse a simpatia de muita gente. Diante disso, após a emancipação de Jaru, surgiu a oportunidade de disputar a primeira eleição municipal que ocorreu em 15 de novembro de 1982. Baratella revelou que o pleito eleitoral foi um dos mais difíceis que ele participou até o momento. As regras da eleição permitiram que mais de um candidato do mesmo partido disputasse o pleito. Estiveram na disputa seis candidatos, dois do Partido Democrático Social (PDS), três do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e um do Partido dos Trabalhadores (PT). São eles: Sidney Rodrigues Guerra (PMDB), José Alves do Nascimento (PMDB), Vicente de Souza Ramos (PMDB), Anedino Carvalho (PT), Francisnaldo Bezerra (PDS – candidato apoiado pelo governador Jorge Teixeira) e Leomar José Baratella (PDS). A disputa foi a mais acirrada de todos os tempos em Jaru. Baratella foi eleito com 2544 votos, uma diferença de apenas três votos para o segundo colocado do seu partido, o funcionário da Companhia de Desenvolvimento de Rondônia (Codaron), Francisnaldo Bezerra.
O prédio da Prefeitura de Jaru construído por Baratella foi queimado em dezembro de 2000

A diplomação dos candidatos eleitos foi realizada no dia 15 de dezembro de 1982. O evento foi realizado no então Cine San Remo sob a presidência do juiz Roosevelt Queiroz Costa. A posse do prefeito e dos vereadores ocorreu em 1.º de fevereiro de 1983. Na ocasião, o prefeito nomeado do município de Jaru, Raimundo Nonato da Silva, deixa o cargo e Leomar José Baratella, tendo como vice-prefeito Milton Louzada, assume como primeiro prefeito eleito pelo voto popular. O mandato de Baratella foi concluído em 1989, sendo precedido por Sidney Rodrigues Guerra, o segundo prefeito eleito a assumir o cargo no município.

Baratella relatou algumas obras feitas em Jaru durante o período em que administrou o município. As principais realizações são referentes à área de infra-estrutura como asfalto, aberturas de ruas, dentre outras. Ele destaca também as seguintes construções: Estádio Leal Chapelão, Praça Municipal, Câmara de Vereadores, Prefeitura, Fórum, Hospital Público, além das escolas Plácido de Castro e Raimundo Cantanhêde e cerca de cem estabelecimentos de ensino na área rural. Após concluir o mandato, Baratella disputou por duas vezes a eleição para o cargo de deputado estadual, porém sem lograr êxito.

Leomar Baratella em foto da época em que foi prefeito de Jaru
O município de Jaru completou em 2011, 30 anos de emancipação político-administrativa. Nesse período apenas em uma oportunidade recebeu a visita da autoridade política mais importante do país: o Presidente da República. E isso aconteceu justamente no mandato de Leomar José Baratella. A visita foi em julho de 1984 para a entrega de títulos definitivos do Projeto Padre Adolpho Rohl. O então prefeito Leomar Baratella recepcionou o Presidente João Batista de Oliveira Figueiredo e o presidente do Incra em Rondônia. Um livro intitulado “Relatório das Atividades”, onde constam as principais realizações da gestão Baratella, destaca a importância da ação que garantiu a titulação definitiva aos proprietários, considerados até aquela data como posseiros.

Leomar Baratella retornou ao cenário político jaruense nas eleições municipais que ocorreram no ano 2000. Na oportunidade, ele participa da disputa ao lado de José Amauri dos Santos (Amauri) com o cargo de vice-prefeito. Juntos, vencem com uma expressiva votação o então prefeito Ademário Serafim de Andrade (Dema) que buscava a reeleição. O último cargo de Baratella na esfera municipal foi na função de Chefe de Gabinete durante o mandato do ex-prefeito Ulisses Borges de Oliveira.

Baratella está filiado ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) há aproximadamente sete anos. Durante esse período ele não esteve alheio à política, aliás, muito pelo contrário. Ele gostaria de ser novamente prefeito de Jaru e para isso já colocou o nome à disposição do partido. Além disso, conforme confidenciou à reportagem, participará ativamente na eleição deste ano, seja na condição de candidato majoritário ou apoiando alguém que na visão dele possua um projeto eficaz para o município de Jaru.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
;