quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Vivendo Nossa História: Frei Henrique de Coimbra


   
Pintura que retrata a primeira missa realizada no Brasil por Frei Henrique

Dom Frei Henrique Álvares de Coimbra (Coimbra c. 1465Olivença, 14 de setembro de 1532) foi um frade e bispo português, célebre missionário na Índia e na África, tendo viajado na frota de Pedro Álvares Cabral em 1500. No Brasil é conhecido por ter celebrado a primeira missa no país, no dia 26 de Abril de 1500.

Henrique de Coimbra foi confessor de D. João II e do Convento de Jesus de Setúbal. Foi observante em Alenquer, no primeiro Convento Franciscano de Portugal. Na expedição de Pedro Álvares Cabral, Henrique de Coimbra dirigia um grupo de religiosos destinados às missões do Oriente. Já em Calecute, após o descobrimento do Brasil e a viagem até à Índia, cinco dos oito religiosos foram mortos no reencontro com muçulmanos, na sequência da traição do Samorim. Face ao fracasso da missão, Henrique de Coimbra regressou a Portugal. D. Manuel I escolheu-o então para bispo de Ceuta, cuja confirmação foi dada pelo papa Júlio II a 30 de Janeiro de 1506.

Em 1512 celebrou um acordo com o arcebispo de Braga, D. Diogo de Sousa, que levou à inclusão de Olivença no território do bispado de Ceuta. E foi em Olivença que estabeleceu a sede do seu bispado. Nesta localidade, Henrique de Coimbra construiu os paços episcopais, o tribunal e o aljube, para além da igreja de Santa Maria Madalena, que serviu como sé catedral e é "um dos espécimes mais nobres e mais puros do estilo manuelino" (Reinaldo dos Santos, O Manuelino). Seria neste templo que os restos mortais de Henrique de Coimbra seriam conservados. Com a descoberta do Brasil em dia 22 de abril de 1500, Pedro Álvares Cabral chegou a um monte alto ao qual deu o nome de Monte Pascoal porque aquela semana era a semana da Páscoa. No dia a esquadra chegou a um porto que recebeu o nome de Porto Seguro, ainda denominado por esse nome no estado da Bahia. No dia 26 de abril foi celebrada a 1ª missa pelo Frei Henrique Soares de Coimbra. Pedro Álvares Cabral tomou posse da nova terra em nome do Rei de Portugal, D. Manuel e mandou erguer uma cruz de madeira com o brasão de Portugal, e foi celebrada a segunda missa nesse mesmo dia pelo Frei Henrique, e os índios brasileiros assistiram. Eles eram os primeiros habitantes das terras do país que possuiu três nomes: Ilha de Vera Cruz, Terra de Santa Cruz e, finalmente Brasil. Portanto, Frei Henrique foi o homem que rezou a primeira missa em terras brasileiras.

Fonte Utilizada: Wikipédia
A Escola Frei Henrique de Coimbra

A Escola Municipal de Ensino Fundamental “Frei Henrique de Coimbra”, foi criada em 14/04/1981, sob Decreto nº 1231 e Parecer de Autorização: 045/CEE/RO/92, e originou-se pela necessidade de atender a clientela de séries iniciais. A Escola Frei Henrique de Coimbra iniciou suas atividades em 1978 no sitio do senhor Xismundo Corrêa da Silva não em sua sede própria, mas no salão da igreja onde as famílias se reuniam aos domingos para os cultos ou festas comemorativas. Os pais vendo a necessidade da educação escolar se reuniram e Antônio Francisco/Adelson Arruda/Jurandi Ferreira/ Gregório/Francisco Camilo e seu Leôncio e com recursos próprios construíram uma sala de aula, que durante a semana era utilizada como uma escola e nos fins de semana como uma igreja. A 1ª professora foi Elizabete Miranda em 1978, o 2º professor foi Humberto da Silva em 1979 e a 3ª foi Neuza da Costa de 1980 a 1981, todos trabalharam com séries iniciais.

Em 1981 chegou à professora Maria Gonçalves Farias e iniciou a construção da escola de madeira com recursos da CODAROM no sítio do senhor Jurandi Ferreira de Oliveira onde permanece até hoje. Em 1991, a professora Maria Gonçalves Faria aposentou-se e em seu lugar ficou lecionando a professora Ivânia Fátima Bordin até 1995. De 1995 a 1997 quem lecionou foi a professora Núbia Moreira Lobato. Em 1997 voltou a professora Ivânia Fátima Bordin que trabalha nesta escola até os dias atuais e em 2009 foi nomeada diretora. Depois de 2000 a escola Frei Henrique de Coimbra teve vários professores. Em 2000 foi construído uma escola de alvenaria com quatro salas, uma cozinha, despensa, um banheiro para professores, quatro banheiros para os alunos (dois feminino e dois masculino), um corredor, uma varanda e secretária. Também em 2000 passou a ser escola Pólo reunindo as Escolas Rio Madeira, Manacá que na época pertencia ao município de Ouro Preto do Oeste e a escola Manoel Bandeira, todas as escolas eram da linha 634.

A escola oferecia ensino de 1ª a 8ª série, sendo 1ª a 4ª regular e 5ª a 8ª Parecis. Em 2004 a Escola Noel Rosa também se juntou a escola Frei Henrique  de Coimbra.A partir de 2006 acabou o  Projeto Parecis e o ensino de 5ª a 8ª série passou a ser regular. Em 2008 foi implantado o Ensino Fundamental de 09 anos (1.º ao 9.º Anos).

Um comentário:

Anônimo disse...

O FUNDADOR FOI O SENHOR LUIZ ROBERTO DE CARVALHO E O SENHOR XISMUNDO

Postar um comentário

 
;