quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Vivendo Nossa História: Creuza Antônia


     Creuza Antonia Menezes nasceu em 18 de julho de 1936 na cidade de Barbalha (CE). Filha de Jesus Ségio da Silva e Antônia Maria da Silva, ela morou em Dourados (MT), antes de vir para o Estado de Rondônia. A primeira cidade rondoniense em que Creuza Antônia morou foi Ji-Paraná no ano de 1973. Dois anos depois, ela mudou para o município de Jaru e residiu no Km 12 da Linha 612. Naquela época, conforme relatos de familiares, o então distrito de Jaru era muito pequeno e só havia algumas casas.

Creuza Antônia e o esposo Francisco Tavares
Um dos momentos mais felizes da vida de Creuza Antônia ocorreu antes dela chegar a Rondônia. Foi em 18 de julho de 1958, no dia em que completara 22 anos. Nessa data, Creuza Antônia se casou com Francisco Tavares Menezes. Ela teve dez filhos, uma expressiva quantidade para os dias atuais, mas normal para a época do nascimento de cada um deles. 

As qualidades que Creuza Antônia possuía eram bastante visíveis. Ela era considerada uma boa mãe e gostava de fazer amizades sinceras com as pessoas. Além disso, cuidar dos filhos e educá-los adequadamente era algo primordial em sua vida. Três dos filhos de Creuza Antônia tiveram a honra de trabalhar em uma escola multisseriada construída em frente à casa dela na Linha 612. Ainda hoje o então esposo dela, Francisco Tavares Menezes reside na localidade, sendo ainda um dos mais antigos moradores da localidade. Um dos filhos, José Tavares Menezes, ainda reside no município de Jaru e atua como educador há vários anos. Ele declarou se sentir honrado em virtude de tudo o que aconteceu em sua vida, graças à educação familiar que recebera tanto da mãe, Creuza Antônia Menezes, quanto do pai, Francisco Tavares Menezes.

Creuza Antônia faleceu em 30 de abril de 1998. Ela era portadora de diabete e teve morte repentina causada por um infarto. A perda causou uma dor tamanha em seus familiares em virtude das qualidades apresentadas por ela em vida. Em homenagem à memória dela, foi dado o seu nome a uma escola existente na Linha em que morou durante um bom tempo, desejando assim que propague a bondade e a dedicação demonstrada em virtude por essa mulher junto à sociedade.

A Escola Creuza Antônia

A Escola Municipal Creuza Antônia de Menezes, situada à Linha 612, Km 10, foi construída em um terreno doado pelo senhor Manoel Silva Cardoso. A construção foi aguardada pela comunidade local, pois viabilizaria a polarização das escolas multisseriadas e o município se encarregaria de oferecer o Ensino Fundamental completo.

Durante o mês de março de 1999 a Lei Municipal n.° 189 propunha a criação da Escola Creuza Antônia. Em 18 de agosto de 1999, a Prefeitura, através do Decreto 2665/GP/99, autorizou a criação da escola que a partir dessa data iniciou as atividades beneficiando inúmeros alunos.

Até 2001, a instituição oferecia apenas as séries iniciais do Ensino Fundamental (hoje conhecidas como 1.° ao 5.° Ano). A partir do ano de 2002, o estabelecimento de ensino passou a oferecer a educação até a 8.ª Série. Atualmente através de uma parceria feita com o Governo do Estado, a escola oferece o Ensino Médio.

Um comentário:

Sandra Tavares disse...

Adorei seu blog, principalmente pq fala da minha família! O senhor da foto é meu tio, irmão de minha mãe Maria Tavares!
Filho de Antonio Tavares e Veronica Antonia da Luz, que casou-se com a tia Creusa e foram para Rôndonia. Não sei muito dessa história, pois eu era muito pequena. Se possível gostaria de manter contato para troca de informações.
Grande abraço

Postar um comentário

 
;