quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Vivendo Nossa História: Abrão Rocha

 
Abrão Rocha nasceu no dia 05 de maio de 1964, na cidade de São Paulo (SP). Filho de Humberto Rocha e Alzira Cipriano de Oliveira, Abrão passou boa parte da infância em sua cidade natal e em seguida mudou-se, juntamente com os pais, para Ubiratã, município do interior paranaense.  Ele permaneceu dez anos no local até chegar ao município de Jaru em 10 de agosto de 1989. 

De acordo com Aparecida Rocha Cipriano, irmã de Abrão Rocha, ele era honesto, simples e extrovertido. Abrão gostava de estar sempre envolvido com alguma coisa importante. Dentre suas atividades prediletas estavam: participar de eventos com grupo de jovem da comunidade religiosa a qual pertencia, tocar violão e atuar no Grêmio Estudantil, entidade representativa da classe escolar. Abrão Rocha atuou como bancário em Jaru, chegando ao posto de gerente do Bradesco na agência local.

A vida de Abrão Rocha em Jaru foi composta de conquistas promissoras. Ele se formou em como Técnico em Contabilidade (nível médio) na Escola Plácido de Castro e tinha certeza dos ideais que almeja alcançar. Familiares relatam que a garra e determinação que Abrão possuía foram suficientes para contagiar a muitos com a sua alegria de viver.

Abrão Rocha não teve tempo suficiente para demonstrar todo o seu potencial. Ele faleceu em 01 de novembro de 1992, vítima de afogamento no Rio Jaru. Eram apenas três anos dele em Jaru. Fontes revelam que a fatalidade ocorrera em um fim de semana quando o mesmo saiu para divertir-se em um grupo de amigos, no local conhecido à época como Bom Jardim às margens do Rio Jaru. Porém nada aconteceu como esperavam e Abrão acabou morrendo nas águas do mais importante rio do município. O fato ficou registrado na lembrança de familiares e amigos por muitos anos. Abrão Rocha viveu apenas 28 anos, mas em virtude da importante do mesmo perante a sociedade jaruense, decidiu-se que o mesmo seria homenageado com o nome em uma importante escola da Rede Municipal de Ensino. Estava criada a Escola Municipal Abrão Rocha.

A Escola Abrão Rocha

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Abrão Rocha teve suas atividades iniciais no ano de 1993 em um prédio com apenas três salas de aula, uma sala de direção, uma cozinha, um banheiro e uma varanda estreita. A doação do terreno foi feita pelo senhor Carlos Rosa Alves e sua esposa Maria Josefa Alves, ambos imbuídos pela necessidade de uma escola para atender a comunidade do Setor 03. 

A escola foi criada pelo Decreto de nº 1.314/GP/94 de 21 de março de 1994, sendo nomeada Escola de 1º Grau Abrão Rocha e situada à Rua Padre Chiquinho S/nº no setor 04, sendo este bairro de predominância residencial. Hoje a escola possui suas instalações à Rua Marechal Rondon n.º 2258, Setor 03 neste município, onde foi ampliado o número de salas de aula e de apoio ao trabalho docente, atende a uma clientela oriunda de famílias trabalhadoras, a escola possui como meta primordial o desenvolvimento das potencialidades dos alunos.

A escola conta com prédio próprio, sendo que sua construção inicial não foi para fins exclusivos desta, passando por algumas ampliações e adequações de sua estrutura. Ela possui dois pavilhões, um em alvenaria e coberto com telhas de barro e outro em madeira e telha eternite é murada e os portões ficam sempre fechados impedindo que alguma criança saia das dependências da escola em horário de escolar. Além do apoio da Prefeitura, da Secretaria Municipal de Educação que fornece produtos alimentícios (semanalmente) material de limpeza, gás, entre outros auxílios, a escola também conta com o apoio de alguns programas diretamente do Governo Federal como: PDE e PDDE, que muito auxilia na administração dando condições para que a escola possa atender sua clientela dentro de uma situação satisfatória, tanto na parte pedagógica quanto na parte de limpeza e outras necessidades.

A instituição busca estar em consonância com as necessidades de aprendizagem apresentadas pelo educando. Assim sendo, promove a aprendizagem de 1º ao 6º ano do Ensino Fundamental regular de nove anos conforme Lei 11.274, de fevereiro de 2006, e o Ensino Seriado EJA – Educação de Jovens e Adultos, 1º seguimento. O funcionamento da escola se dá entre os dias de segunda à sexta-feira, em três turnos de trabalho (matutino vespertino e noturno). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
;